Homem que morreu afogado na Cachoeira do Onze, em Colatina, havia casado há um mês

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Um jovem de aproximadamente 22 anos identificado como Jean da Silva Mate, residente em um acampamento de ciganos no bairro Ayrton Senna, morreu afogado na Cachoeira do Onze, em Colatina, na última quarta-feira (24).

De acordo com as informações Jean mais três pessoas saíram do Ayrton Senna para tomar banho na Cachoeira do Onze pois estava muito calor. Em determinado momento ele e o cunhado começaram a se afogar.  As outras pessoas atiraram galhos para que eles pudessem se agarrar. O cunhado conseguiu, mas Jean não teve a mesma sorte e sumiu nas águas da Cachoeira.

Os bombeiros foram acionados e chegaram ao local por volta de duas e meia da tarde. Não conseguiram entrar no remanso e acionaram os mergulhadores de Vitória que até quinta-feira (25), procuraram por Jean não logrando êxito.
Na sexta-feira (26), por volta de 7h, um morador avistou um corpo boiando e acionou os bombeiros que fizeram a retirada do corpo da vítima e chamaram a polícia que comprovou ser o corpo encontrado de Jean.

Segundo familiares, o jovem não sabia nadar, mas já tinha ido outras vezes à cachoeira com os amigos. Foi relatado que pessoas que acompanharam o rapaz contaram que ele mergulhou duas vezes e, na terceira, não retornou para a superfície

Jean da Silva Mate se casou no dia 14 de Outubro de 2021 em uma cerimônia cigana realizada na piscina do Russo no bairro Columbia.

ES FALA: foto crédito Heloisa Silva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular