Balança que fiscaliza o peso máximo de caminhões na BR 259 em Colatina é interditada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Duas balanças móveis usadas para fiscalizar o peso máximo de caminhões que trafegam pela BR 259, na Região Noroeste do Espírito Santo, foram interditadas por estarem descalibradas. O equipamento de Colatina e o de João Neiva, foram retirados.  As informações são do Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (Ipem-ES).

Órgão responsável pela fiscalização dos equipamentos, o Ipem-ES verificou que as balanças registravam diferenças acima do máximo permitido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) – o que estava causando reclamações de empresas do setor de rochas ornamentais e transportadores.

De acordo com o Sindirochas, há meses a instituição recebe objeções de que as cargas pesadas nas balanças móveis sempre apresentavam pesos diferentes daqueles indicados em balanças fixas; e que as interdições dos equipamentos descalibrados confirmam a pertinência das manifestações recebidas e encaminhadas pela entidade.

Por meio de nota, o Ipem-ES informou que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) deve acionar a empresa responsável pela instalação e operação das balanças, para que esta possa proceder com o reparo e a manutenção dos equipamentos. Uma notificação do Ipem-ES também deve ser encaminhada a ela.

Também por meio de nota, o DNIT garantiu que já acionou a empresa responsável pelo serviço, tomar conhecimento do resultado da fiscalização. Assim, as providências para retomada da fiscalização com o uso dos equipamentos, aferidos e autorizados pelo Inmetro, poderão ser adotadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular