Governo do Estado requer licença de instalação de macrodrenagem no bairro Carlos Germano Naumann em Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Governo do Estado do Espirito Santo deu mais um importantíssimo passo para resolver um dos maiores problemas existentes no município de Colatina: as enchentes decorrentes das cheias dos Córregos do Ouro e São Silvano. Um transtorno que tende a acabar até 2021, um sonho de um dos bairros mais populosos de Colatina e uma das principais vias da cidade que é ocupada por várias empresas.

O Governo do Estado tornou público que requereu ao IEMA, no dia 17 de abril a licença de instalação referente a atividade de Macrodrenagem no bairro Carlos Germano Naumann, através do processo de Nº87259370 e protocolo de Nº006023/2020.

O Programa vai contemplar cinco (5) estruturas de amortecimento de cheias que tem objetivo de evitar que a água resultante de alagamentos chegue com muita velocidade ao Córrego São Silvano, além de três (3) quilômetros de galerias e um (1) Parque Linear que vai ser feito nas proximidades da Metalosa.

As ações são integrantes da parte macro do Programa que depois de executado e finalizado vai criar benefícios de segurança para empresas instaladas nos bairros São Silvano e Carlos Germano Naumann, além da valorização de toda a região.

De acordo com o estudo hidrológico feito para o planejamento, as galerias subterrâneas e os barramentos de contenção vão diminuir o volume de água que, ao longo dos anos, tem provocado transtornos aos moradores locais. Isso vai melhorar e muito a qualidade de vida das pessoas, inclusive a mobilidade urbana local.

Moradores que sofrem há décadas com o problema quando chove mais intensamente tendo, inclusive, muitos deles, perdido desde bens imóveis até automóveis com os alagamentos no bairro Carlos Germano Naumann, ressaltam que será a realização do maior desejo da comunidade e dos empresários e comerciantes do local. 

Alcir Quintana, morador do Bairro por décadas, diz: “Já vi famílias inteiras perderem tudo de uma hora pra outra. Com a obra esse pesadelo vai acabar, se Deus quiser”.   

Segundo o Vereador Renan Bragatto, cuja família é do Carlos Germano Naumam ressalta ” Desde quando iniciamos nossa caminhada como Vereador em Colatina, no ano de 2017, sempre lutamos para que a obra da macrodrenagem fosse realizada. Nosso agradecimento ao Governo do ES que dá mais esse passo importante rumo a realização da obra”. Afirma Bargatto.

“A Macrodrenagem vai ser de vital importância para o município”, afirmou Marcus Vicente, secretário de Estado de Saneamento,  Habitação  e Programas Urbanos. O secretário informou ainda que a licitação para execução da obra deverá ser aberta após os trâmites legais. “Se tudo ocorrer conforme nós estamos planejando, a obra de macrodrenagem deverá ser executada até 2021 custando R$ 36 milhões de reais”, finalizou Vicente.

Mais Notícias

Deixe um comentário