Coronavírus: Marilândia é a primeira cidade da região a incluir a cloroquina para pacientes com sintomas leves

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Secretário de Saúde de Marilândia Beto Parteli, saiu na frente na regulamentação do uso da Cloroquina no tratamento de pacientes com sintomas leves na Rede Municipal de Saúde de Marilândia. Parteli relata que autorizou a compra e criou protocolo municipal que está amparada pela nova portaria do Ministério da Saúde e seguirá o mesmo protocolo.

O Ministério da Saúde criou um protocolo de tratamento para pacientes com sintomas leves, pois para os pacientes com sintomas graves, muitos médicos já estavam prescrevendo o medicamento. Segundo o Secretário, “no momento que o Ministério da Saúde cria um protocolo que dá a liberdade de um cidadão comum usar o Cloroquina em sintomas leves, eu também me vejo no dever de criar meu protocolo”.

Partelli diz que já fez reuniões com os médicos da Secretaria de Saúde de Marilândia e autorizou a compra do produto e mandou um ofício para o Ministério da Saúde solicitando o medicamento, pois segundo Parteli, foi informado que o exército está produzindo a droga em larga escala. 

“Se o médico quiser passar para o paciente independente dele querer tomar ou não, cabe da vontade do médico, pois o Ministério da Saúde já proporciona o profissional de saúde essa condição. Mas o município criou o termo  “ciência e consentimento”, onde é necessário que seja declarada a vontade do paciente para tomar cloroquina, aonde seguimos as mesmas regras do Ministério da Saúde.

Mais Notícias

Deixe um comentário