Deputado Da Vitória se reúne com diretoria da Santa Casa de Colatina, em pauta mais recursos para a instituição

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Nesta sexta-feira (5), o Deputado Federal Da Vitória, juntamente com a diretora-geral da Santa Casa de Misericórdia de Colatina, Débora Gatti e sua equipe, tiveram uma reunião para traçar metas sobre o projeto de ampliação de investimentos para a instituição em Colatina. Na pauta, mais recursos para a instituição, visando melhorar ainda mais o atendimento de saúde dos colatinenses e dos moradores de toda região.

Mais recursos para as Santas Casas e Hospitais filantrópicos do Espírito Santo foram liberados pelo Ministério da Saúde para as ações de enfrentamento ao novo coronavírus. Desta vez, o governo federal autorizou o repasse de mais de R$ 35,4 milhões para 32 municípios capixabas e que vão atender a 37 hospitais do Estado.

A liberação dos recursos atende a Lei nº 13.995/20, aprovada pelo Congresso Nacional com o apoio do deputado federal Da Vitória (Cidadania-ES), e que estipulou o auxílio emergencial de R$ 2 bilhões para os filantrópicos e santas casas de todo o País.

Este é o segundo repasse, agora no valor de R$ 1,6 bilhão, que o Ministério da Saúde realiza para atender ao que dispõe na lei aprovado pelos parlamentares. No final do mês passado já haviam sido liberados outros R$ 4,9 milhões para as instituições do Espírito Santo.

“A destinação destes recursos do Governo Federal aos hospitais filantrópicos e santas casas é resultado do projeto que aprovados na Câmara e no Senado para ajudar nas ações de combate ao novo coronavírus nos municípios de todo o Brasil e, em especial, aqui no Espírito Santo. Estas instituições prestam um relevante serviço para a saúde da nossa população. O dinheiro será aplicado na compra de medicamentos, equipamentos, no custeio das unidades, contratação de médicos e demais medidas que tenham como objetivo enfrentar à Covid-19. Toda a bancada capixaba está trabalhando unido para garantir que o Estado seja contemplado com estes e os demais recursos necessários para garantir o atendimento de saúde”, destacou o deputado federal Da Vitória, coordenador da bancada federal capixaba.

Os recursos, conforme portaria 1.448/20, do Ministério da Saúde, foram divididos com os seguintes critérios: dados epidemiológicos com relação à incidência da Covid por região, número de leitos das instituições de saúde cadastradas no Ministério e a produção das santas casas e filantrópicos sem fins lucrativos nos serviços de média e alta complexidade no ano de 2019.

Confira quanto cada municípios e cada hospital receberá com o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial às Santas Casas e hospitais filantrópicos no Espírito Santo.

Mais Notícias

Deixe um comentário