Coronavírus: conheça a restrição do novo decreto assinado pelo Prefeito de Colatina Sérgio Meneguelli

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Prefeitura Municipal de Colatina, revogou a liberação da retirada de produtos na porta do comércio em Colatina. A atitude foi tomada depois de uma semana de análise do fluxo de pessoas nas portas dos estabelecimentos. Após reunião do “Gabinete de Crise” chegou-se à conclusão que não será mais permitido manter este sistema, pois a aglomeração nestes locais, segundo autoridades municipais, está crescendo consideravelmente.

A conclusão que o gabinete de crise chegou, segundo o setor de comunicação da Prefeitura de Colatina, é que esse sistema não funciona em Colatina devido a proximidade das lojas do centro da cidade. Devido as calçadas terem pouco espaço, e a permanência de pessoas nas portas das lojas, fica inviável haver um distanciamento social adequado.

Assim o Prefeito Sérgio Meneguelli, determinou por decreto que a partir desta segunda-feira (29) não será mais permitido a retirada dos produtos nas portas das lojas que estão proibidas de funcionar nos dias já determinados pelos decretos anteriores.

O sistema Delivery se manteve inalterado no novo decreto, ou seja, mesmo nos dias de não funcionamento, as lojas poderão enviar para o local que o cliente estiver os produtos adquiridos pelo mesmo.  

Para tratar deste e outros temas ocorrerá na próxima segunda-feira (29), uma reunião na Câmara Municipal de Colatina, às 13 horas, com diversos seguimentos do comércio e seus devidos representantes. A convocação foi feita pelo gabinete de crise, que é composto por membros da Administração Municipal, Ministério Público, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. 

Pauta da Reunião:

– Regras estabelecidas pelo decreto Estadual vigente;

– Autonomia municipal para alteração de regras;

– Classificação de risco em Colatina e projeções futuras;

– Ações da Secretaria Municipal de Saúde para enfrentamento da pandemia;

– Ações de fiscalização realizadas;

– Espaços para perguntas e sugestões.     

Mais Notícias

Uma resposta

Deixe um comentário