Homem de apenas 42 anos é a mais nova vítima da Covid-19 em Colatina

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Um homem de 42 anos foi mais uma vítima da Covid-19 em Colatina. Forte, disposto e com muita vontade de viver, Fábio Fraga era açougueiro e trabalhava em um supermercado no município, mas também já exerceu a função de segurança em vários eventos. Sempre concentrado em seus trabalhos, era constantemente requisitado para os serviços. Tanto no trato com as pessoas no açougue quanto nos eventos, o que o caracterizava era a seriedade e a educação. 

Há aproximadamente 20 dias Fraga começou a sentir os primeiros sintomas da contaminação do novo coronavírus. Apresentando tosse e garganta dando sinais de inflamação, procurou um posto de saúde e foi feito o exame. Contudo, na quarta-feira (15), os sintomas se agravaram e foi até um hospital particular, onde foram realizados todos os procedimentos, sendo solicitada sua transferência para o hospital Silvio Avidos.

Já no hospital, foi intubado imediatamente e dado início ao tratamento intensivo, como a administração de vários medicamentos para reverter seu quadro de saúde, que era visto como grave. Segundo familiares, Fábio obteve uma melhora nos primeiros 10 dias de tratamento, mas depois iniciaram as complicações.

Com 90% de seu pulmão tomado, infecção no sangue e com falência renal, foi necessário fazer hemodiálise. Com o passar das horas seu estado de saúde foi piorando, até sofrer, na quinta-feira (30), um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e, na sexta-feira (31), uma parada cardíaca, vindo a óbito após algumas horas. O laudo revelou que foi por Falência Múltipla dos Órgãos, por decorrência da Covid-19.

Fábio Fraga trabalhava desde os 12 anos de idade, sempre seguiu o caminho da honestidade, dando exemplos para todos os que conviviam com ele. “Meu irmão era um cara reto, sério, verdadeiro” Diz emocionado um de seus irmãos, Flanis Fraga. Da mesma forma emocionada sua esposa Nany Santos revela: “Fábio me ensinou o que é o amor, tinha muito respeito por mim. Como disse a minha mãe, ele preferia ser ofendido, do que ofender alguém. Isso também eu aprendi com ele, a respeitar o ser humano, nunca vou encontrar na vida uma pessoa como ele”. Finaliza a esposa emocionada.

Aos 42 anos, Fábio Fraga deixa a esposa Nany Santos, o filho Miguel de 6 anos, pai e mãe. Mas deixa também a admiração de muitas pessoas que eram atendidas por ele nos locais onde trabalhou, sempre demonstrando respeito com as pessoas.

Foto enviada pela esposa Roslene Machado Santos (Nany Santos).

Mais Notícias

Deixe um comentário