Boxeadores de Colatina embarcaram para São Paulo, nesta sexta-feira (11), para disputar o Campeonato Brasileiro de Pugilismo Amador

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Contemplados pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), do Governo do Estado do Espírito Santo, os boxeadores Douglas Rossini, Felipe Silva, Genivan Porto e Leonardo Negrelli, todos residentes em Colatina, embarcam para São Paulo, nesta sexta-feira (11), para disputar o Campeonato Brasileiro de Pugilismo Amador. O evento será realizado no sábado (12), na academia Yoshinaga Fight Team, em Mogi das Cruzes, no interior paulista.

O torneio, organizado pela Comissão Brasileira de Pugilismo (CBP), garante ao vencedor uma vaga para o Campeonato Mundial de boxe amador, que deve acontecer no município de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, em fevereiro de 2021. 

Devido aos protocolos de segurança estabelecidos para o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), a competição será realizada sem a presença do público. Para aqueles que desejarem acompanhar as lutas, todas as finais do campeonato serão transmitidas, ao vivo, pela organização responsável. 

Com grandes expectativas para retornar ao ringue, após meses sem competições, Douglas Rossini, lutador da categoria peso médio 72,5 kg, comentou sobre sua preparação para estar em forma na disputa.

“Esta é a primeira competição após o início da pandemia. Então, estamos a todo vapor nos preparando. Tenho treinado bastante, pelo menos duas vezes ao dia, e também estou com uma dieta rigorosa, com o objetivo de atingir o peso para a competição”, afirmou.

Já Leonardo Negrelli, que compete na categoria super médio de 76,2 kg, expressou sua felicidade ao perceber uma evolução nos treinos diários. O atleta contou ainda sobre o que espera deste torneio.

“As minhas expectativas para o torneio são as melhores e percebi que meus treinos têm melhorado muito. Espero sair de lá com a vitória para o nosso Estado”, destacou Negrelli.

Mais capixabas

Outro lutador que tem se preparado para competir na categoria peso pesado, com atletas acima de 90 kg, é Felipe Silva. O atleta, que também é professor de lutas, confirmou que vai sentir diferença em lutar sem público nas arenas.

“Vai ser muito estranho não haver público, pois parte da adrenalina na luta vem dos espectadores, mas acredito que isso não vai atrapalhar, até porque, como parte do evento será transmitido on-line, meus alunos e família vão poder estar me acompanhando em tempo real”, disse Silva.

Caçula entre os bolsistas capixabas do campeonato, Genivan Porto, que vem se destacando nos campeonatos virtuais da modalidade, também irá participar da competição na categoria de 13 a 15 anos, até 40kg. O boxeador revelou estar motivado em poder competir presencialmente após uma pausa de quase seis meses. 

“Estou ansioso e bastante empolgado para a competição, pois é o primeiro torneio presencial pós-pandemia. Estou me sentindo bem, tenho treinado de segunda a sábado e estou muito tranquilo. Espero conquistar o primeiro lugar”, frisou Porto.

Além dos quatro atletas, Emanuel Perini, Gabriel Costa, Layla Coelho, Wagner Pertele, Warley Dantas, Wilian Soares, também embarcam para lutar no Estado paulista. Responsáveis pelos lutadores capixabas, os técnicos Genivaldo Porto (Portinho), Luis Mario Andrade e Alessandro Lima Guimarães completam a equipe técnica.

Bolsa Atleta

O programa Bolsa Atleta beneficia, neste ano, 121 atletas e paratletas de alto rendimento. Os valores do auxílio mensal variam de acordo com a categoria do atleta dentro do edital, sendo R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico).

Mais Notícias

Deixe um comentário