Galpões do IBC em Colatina não estão na mira do Governo Federal para serem leiloados

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on print

Os Galpões do IBC de Colatina não serão vendidos pelo Governo Federal. Com milhares de metros quadrados e com três enormes galpões, sendo que somente um é utilizado para estocar grãos, os galpões ficam em uma área nobre no município. Os galpões estão com problemas nos telhados, goteiras, somente o que está em funcionamento tem condições de operar no período de chuva.

Em vários mandatos, administrações municipais buscaram negociar um contrato de comodato com o Governo Federal para a liberação da área. O objetivo era utilizar o espaço para instalarem desde setores administrativos do município a projetos sociais, como uma base de vendas dos produtos manufaturados. Mas segundo os administradores e secretários que se envolveram nas tentativas, nunca conseguiram chegar a um denominador comum.

No Estado do Espírito Santo, após análise da área do Instituto Brasileiro IBC do Café (IBC), chegou a conclusão que a área a ser vendida será a de Jardim da Penha, Vitória, com 33 mil metros quadrados, a União vai vender a totalidade do terreno. A venda está prevista para ser concretizada no mês de novembro, quando será publicado o Edital de Leilão.

Em Colatina, a utilização de apenas um galpão se da pela quantidade de toneladas de grãos estocados. Atualmente, não se usa 5% do espaço para a estocagem do produto, assim 95% do espaço ficam sem utilidade. 

Mais Notícias

Deixe um comentário