Novas medidas: entenda quais serviços ficarão suspensos em Colatina a partir deste domingo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus foram anunciadas pelo Governo do Estado. Além da prorrogação da quarentena, que agora passa a valer até o dia 04 de abril (domingo de Páscoa), houve alteração na classificação dos serviços essenciais. 

Bancos, financeiras, casas lotéricas, lojas de material de construção, entre outras atividades, deverão ficar fechados do próximo domingo (28), até o dia 4 de abril. Além disso, o transporte coletivo em Colatina está suspendo por oito dias, assim como em todo o Estado.

NOTA DA PMC SOBRE O TRANSPORTE COLATIVO EM COLATINA

“Cumprindo as determinações do novo decreto do Governo do Estado, que aplica restrições ainda mais rígidas em todo o Espírito Santo, a Prefeitura de Colatina informa que o transporte público na cidade, entre os dias 28 de março e 04 de abril, será apenas para uso exclusivo dos profissionais da Saúde e para as pessoas com necessidades especiais que precisam de tratamento médico.”. Diz o setor de comunicação da Prefeitura de Colatina

O QUE NÃO PODERÁ FUNCIONAR A PARTIR DE DOMINGO (28)

Comércio
Comércio atacadista, lojas de material de construção civil, comercialização de produtos e serviços de cuidados animais, permitido o funcionamento de clínicas médicas veterinárias e comercialização de alimentos. Oficinas mecânicas, borracharias e lojas de peças automotivas, voltaram a ser consideradas essenciais em nova publicação feita no Diário Oficial do Espírito Santo nesta sexta-feira (26).

Bancos
Nas agências bancárias, só será permitido o atendimento presencial para recebimento de benefícios). Além disso, não poderão funcionar as instituições financeiras de fomento econômico.

Lotéricas
A partir de domingo, o atendimento presencial nas Casas Lotéricas também está suspenso.

Pesca
A atividade de pesca de lazer no mar está suspensa. Somente a pesca comercial está autorizada. 

Serviços públicos
Foi retirada também a permissão para o atendimento presencial em concessionárias prestadoras de serviços públicos. 

Saúde
Em relação aos serviços de assistência à saúde, será permitido o funcionamento somente de “hospitais, clínicas e consultórios médicos, odontológicos e de fisioterapia, laboratórios e farmacêuticas”. A campanha de vacinação seguirá normalmente;

Pousadas e hotéis
Hotéis, pousadas e afins terão a capacidade de ocupação limitada a 30% dos quartos;

Transporte público
Suspensão do transporte coletivo em todo o Espírito Santo a partir deste domingo (28) até o dia 04 de abril. A medida vai atingir 100% dos coletivos dos serviços metropolitano (Sistema Transcol), rodoviário (intermunicipal e interestadual) e os municipais nas cidades que possuem o serviço;

A decisão sobre o transporte coletivo foi tomada com objetivo de reduzir a interação entre as pessoas, visando a redução na transmissão da doença.

Transporte ferroviário
O transporte ferroviário de passageiros também ficará suspenso.

O QUE É CONSIDERADO SERVIÇO ESSENCIAL

1 – hospitais, clínicas e consultórios médicos, odontológicos e de fisioterapia, laboratórios e farmácias;

2- serviços públicos considerados essenciais, de acordo com manifestação do Chefe do Poder, do Secretário Estadual/Municipal ou do Dirigente da autarquia ou fundação, no caso de órgãos e entidades estaduais e municipais, e de acordo com a regulamentação própria, no caso de órgãos e entidades federais;

3- atividades industriais;

4- assistência social e atendimento à população em situação de vulnerabilidade;

5 – atividades de segurança pública e privada, incluindo a vigilância, a guarda e a custódia de presos;

6 – produção e distribuição de produtos de saúde, higiene e gêneros alimentícios, incluindo atividade agropecuária;

7 – hipermercados, atacarejos (comércio atacadista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios e venda a varejo), supermercados, minimercados, hortifrútis, padarias e lojas de produtos alimentícios;

8 – atividades de produção, distribuição, comercialização, manutenção, reposição, assistência técnica, monitoramento e inspeção de equipamentos de infraestrutura, instalações, máquinas e equipamentos em geral, incluídos elevadores, escadas rolantes e equipamentos de refrigeração e climatização;

9 – produção, processamento e disponibilização de insumos necessários aos serviços essenciais, incluindo lojas de insumos agrícolas;

10 – comercialização de alimentos para animais e funcionamento de clínicas médicas veterinárias, vedado o funcionamento de lojas e a prestação de serviços de cuidados animais;

11 – geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;

12 – transporte de passageiros por táxi, transporte de empregados por veículos de seus empregadores e transporte privado urbano por meio de aplicativo;

13 – transporte de cargas;

14 – telecomunicações e internet;

15 – serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas neste artigo;

16 – serviços funerários;

17 – serviços postais;

18 – atividades da construção civil;

19 – produção de petróleo e produção, distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados de petróleo, incluindo postos de combustíveis;

20 – produção, transporte e distribuição de gás natural;

21 – Atendimento em oficinas, borracharias e lojas de peças automotivas.

Dos 24 serviços essenciais que foram estabelecidos na quarentena, o novo decreta exclui quatro, permanecendo 21 serviços como essencial até domingo dia 4 de abril.

ESFALA/Foto ilustrativa captada nas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular