Polícia

Homem é preso por dirigir embriagado em Colatina

Policiais militares realizavam neste domingo (24), cerco tático na Avenida Sílvio Avidos, em São Silvano, Colatina, quando abordaram uma motocicleta Honda Biz. O condutor A.S.F.,

Possível troca de endereço do Conselho Tutelar de Pancas causa polêmica na cidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A possível troca de endereço do Conselho Tutelar de Pancas anunciada pelo prefeito Sidiclei Giles (PDT), em uma live pelo Facebook, para uma capela mortuária desativada está causando muita conversa no município. Ela está situada na parte alta do bairro Nossa Senhora das Graças, em frente ao cemitério da sede de Pancas.  A reportagem diz que tal capela mortuária é inútil devido aos fatos que ocorrem desde 2011, ano de sua construção, na gestão do ex-prefeito Luiz Schumacher. 

A antiga capela mortuária, segundo o Blog O Mestre, não teve dez velórios, pode se dizer. Ela se mostra tão inútil que até o próprio prefeito de Pancas cita o local como “antiga capela mortuária”. Ainda segundo o Blog, já ficou mais do que provado que a construção da capela foi dinheiro jogado fora pela baixa quantidade de velórios realizados na mesma. Já a outra capela mortuária da sede de Pancas e construída pela Igreja Católica, é muito utilizada por famílias enlutadas. Ela fica localizada numa área mais baixa e acessível da sede de Pancas, que é o local conhecido como “rua da lama”. A localização correta dela é rua Turmalina, bairro Vila Nova. 

Sobre a antiga capela, grande parte da população reclama que não fazia velório no local devido a mesma ser localizada no alto de um morro. Também, pelo mesmo motivo, algumas pessoas já são contrárias que o Conselho Tutelar tenha sede na antiga capela, que passa por melhorias, como o próprio Sidiclei mostrou numa live. 

O prefeito argumenta que o atual endereço (localizado na avenida Antônio Cabalini, no centro) do Conselho Tutelar funciona numa residência particular e que quer evitar pagar mais aluguel, que, segundo o prefeito, custa mais de um salário por mês. Mas, para alguns, a sede do Conselho Tutelar também não pode ser num lugar de difícil acesso.

O QUE DIZ O MINISTÉRIO PÚBLICO

Segundo informações, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) é contrário que a sede do Conselho Tutelar de Pancas seja na antiga capela mortuária, localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, em Pancas. O MP recomendou ao prefeito do município, Sidiclei Giles (PDT), que arrume um local no centro e de fácil acesso à população para a sede do Conselho Tutelar. 

Para o MP, a antiga capela mortuária por estar no alto de um morro não é ideal para receber a sede do Conselho Tutelar. 

O prefeito terá um prazo para cumprir ou não a recomendação do órgão ministerial. Se ele vai cumprir, ninguém sabe. Agora é aguardar o que o mesmo fará. Medidas judiciais poderão ser tomadas pelo MP caso a recomendação não seja cumprida por Sidiclei.

ESFALA/Informação O mestre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular