Covid-19: vacina para crianças de 5 a 11 anos deve chegar esta semana a Colatina

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O Ministério da Saúde informou que a primeira remessa de vacinas contra a covid-19, destinadas à faixa etária de 5 a 11 anos, chega ao Brasil nesta quinta-feira(13). A previsão é que o Espírito Santo receba lotes do imunizante para esse público ainda esta semana. 

O Portal de Notícias ES Fala perguntou à Secretaria Municipal de Saúde de Colatina se já existe um esquema de vacinação montado para esse público e a pasta informou que esse plano ainda vai ser definido. A hipótese mais provável do governo estadual é que a vacinação seja iniciada a partir do dia 15 de janeiro, priorizando crianças com comorbidades. 

Para a imunização, não será exigida prescrição médica e a dose usada será da Pfizer. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o grupo de crianças é constituído de 393.089 pessoas no Espírito Santo. 

SEGURANÇA DA VACINA

A imunização contra a covid-19 dessa faixa etária levantou diversos debates e uma enxurrada de diversas notícias falsas que buscam desacreditar a eficácia da vacina e propagar um suposto perigo dos imunizantes à saúde desse público. O Ministério da Saúde chegou a fazer uma consulta pública sobre o assunto e informou que os imunizantes serão aplicados em duas doses, com intervalo de oito semanas da primeira para a segunda.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitiu uma nota de repúdio referente às denúncias de possíveis riscos decorrentes da imunização de crianças dos 5 aos 11 anos de idade contra a covid-19. A SBP dirige a fala aos pais e responsáveis, deixando claro que a vacina é segura para o público infantil. 

” A vacina previne a morte, a dor, sofrimento, emergências e internação em todas as faixas etárias. Negar este benefício às crianças sem evidências científicas sólidas, bem como desestimular a adesão dos pais e dos responsáveis à imunização dos seus filhos, é um ato lamentável e irresponsável que, infelizmente, pode custar vidas”, informou em nota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notícias exclusivas diariamente no seu celular